O evento, realizado pela Associação Brasileira de Enologia (ABE) desde 1993, é hoje a maior degustação de vinhos, de uma safra, do mundo e expressa a qualidade da produção nacional. Não sem razão, é considerado o “Oscar do Vinho”. A procura foi tamanha que as inscrições para participar da degustação foram abertas às 9h20min do dia 4 de setembro e encerradas às 10h50, uma hora e 30 minutos depois.

A 26ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2018, foi realizada no Parque de Eventos da cidade de Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, dia 29 de setembro, e recebeu mais de mil participantes entre enólogos, viticultores, sommelieres e estudantes de enologia.

Às cegas 344 amostras de 44 vinícolas de seis estados brasileiros: Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Bahia, foram degustadas. O ritual foi o mesmo dos anos anteriores. Durante a degustação, as amostras foram servidas uma a uma. O público e os 120 enólogos avaliadores degustavam os vinhos ao mesmo tempo. Assim que cada amostra era degustada, um comentário sobre o vinho era realizado por um dos 16 comentaristas, (cada um responsável pela avaliação de um vinho) que compartilhavam suas impressões. Depois de degustar as 16 amostras o resultado dos 30% foi anunciado e   as 16 amostras. selecionadas como as mais representativas da Safra 2018, tiveram as suas identidades reveladas

Para Edegar Scortegagna, presidente da ABE, o evento mostrou a qualidade e a tecnologia dos vinhos brasileiros, servindo de referência em inovação para enólogos e estudantes da área. Para ele o tempo colaborou, a tecnologia nas vinícolas ajudou, e a maturidade dos enólogos transformou a uva em vinho de altíssima qualidade, uma safra histórica, que está entre as três melhores de todos os tempos no Brasil.

Os 16 rótulos de destaque da safra 2018

Categoria: Vinho Base para Espumante
1. VINHO BASE ESPUMANTE: Domno do Brasil (Garibaldi)
2. VINHO BASE ESPUMANTE: Vinícola Geisse (Pinto Bandeira)
3. VINHO BASE ESPUMANTE: Vinícola Galvão Bueno (Candiota)

Categoria: Branco Fino Seco Não Aromático
4. RIESLING RENANO: Vinícola Almadén (Santana do Livramento)
5. CHARDONNAY: Cooperativa Vinícola Aurora (Bento Gonçalves)
6. CHARDONNAY: Cooperativa Vinícola Garibaldi (Garibaldi)

Categoria: Branco Fino Seco Aromático
7. SAUVIGNON BLANC: Vinícola Família Lemos de Almeida (Muitos Capões)
8. MOSCATO GIALLO:Hortência Vinhos e Espumantes (Flores da Cunha)

Categoria: Tinto Fino Seco Jovem
9. CABERNET FRANC: Vinícola Salton (Bento Gonçalves)

Categoria: Tinto Fino Seco
10. MERLOT: Vinícola Don Guerino (Alto Feliz)
11. MERLOT: Rasip Alimentos (Vacaria)
12. CABERNET FRANC: Vinícola Valmarino (Pinto Bandeira)
13. CABERNET SAUVIGNON: Vinícola Almaúnica (Bento Gonçalves)
14. CABERNET SAUVIGNON: Vinícola Miolo (Bento Gonçalves)
15. TANNAT: Família Bebber Vinícola (Flores da Cunha)
16. TANNAT: Casa Valduga Vinhos Finos (Bento Gonçalves)

Homenageados pela ABE

Tarcísio Vasco Michelon, empresário do turismo diretor superintendente da Rede de Hotéis Dall’Onder e idealizador de vários projetos de fomentação do turismo na região de Bento Gonçalves recebeu o troféu Amigo do Vinho Brasileiro 2018, e Antônio Salvador, enólogo, diretor da Vinícola Salvattore e um dos fundadores da Associação Brasileira de Enologia. O troféu Destaque Enológico 2018.

 

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Victor Calmon
Últimos posts por Victor Calmon (exibir todos)