Alcaparras são picles feitos a partir dos botões de flores não abertos do arbusto capparis spinosa, que cresce no Mediterrâneo. Marrocos, região de Fez, é o maior produtor mundial. Ai a cultura é essencialmente orgânica, manual e de produção familiar. Na França, Itália e Espanha, os arbustos são cultivados, especialmente, para alcaparras. Roquevaire, na Provença, é conhecida como a “capital da alcaparra”. Na Itália, as alcaparras mais famosas são das ilhas de Pantelleria e Eólias. No Brasil já se produz alcaparra no sul de Minas Gerais, em Brazópolis.

Como usar

As alcaparras nunca são usadas frescas e sua preservação é feita de duas maneiras: em salmoura, às vezes com adição de vinagre, tipo mais frequentemente encontrado, ou em sal, tipo mais caro e encontrado em mercados especializados.
As alcaparras variam em tamanho, quanto menores mais caras ficam.
Além do botão da flor, come-se também as caper berries, que são os frutos não amadurecidos da planta. Eles se parecem com alcaparras gigantes, possuem um cor verde-escura e são muito utilizadas para enfeitar drinks de bebidas alcoólicas.

Alcaparras em conserva vão bem no molho de tomate e acompanhando carnes, inclusive cruas, peixes assados e grelhados, e frutos do mar.

Como muitos alimentos de origem vegetal, são fonte de fibra, prevenindo contra a constipação, aumentando a sensação de saciedade e reduzindo os riscos de doenças cardiovasculares. Os botões também são ricos em vitamina K e, também possuem as vitaminas A, B, B1, B2, B3 e vitamina C, bem como ferro.

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Victor Calmon
Últimos posts por Victor Calmon (exibir todos)