Hortaliça pertencente à família das aliáceas, a mesma da cebola, do alho e da cebolinha, é , também, conhecida como alho-porro ou alho-francês.
O alho-poró já era utilizado pelos antigos egípcios, gregos e romanos que depois o levaram para diversas partes da Europa. É um dos símbolos nacionais do País de Gales, fazendo parte dos rituais do dia de São David, quando servem o Cawn cennin, uma sopa preparada para esta data comemorativa há vários séculos. Hoje é cultivado em praticamente todo o mundo. No Brasil sua produção se concentra nos estados do Sul e do Sudeste.

Como Usar

A parte comestível é a bainha das folhas, a parte branca que parece um galho, e a parte verde clara que é a mais aproveitada em virtude do seu sabor delicado e da textura macia. Uma delícia como recheios de panquecas, quiches e empadões, puro ou com frango ou peixe desfiados, ou presunto e creme. Suas folhas podem ser usadas em variados tipos de caldos e no bouquet garni.

O alho-poró, diferente de outros temperos, é muitas vezes o ingrediente principal do prato, sendo igualmente delicioso tanto nas saladas cruas como nas sopas. Vai muito bem quando combinado com batatas, bem como com alcachofras. Sem falar que é um ingrediente da famosa vichyssoise, sopa com batata inglesa e alho-poró, e um excelente acompanhamento de carnes.

Quando colhido bem novo, pode ser usado cru em saladas, cortado bem fininho com os anéis separados, ou cozido no vapor ou água fervente e servido frio com molho vinagrete e ervas.

Com poucas calorias e rico em fibras é recomendado em dietas pouco calóricas com a finalidade de garantir o emagrecimento. É rico em potássio, magnésio, ferro, cálcio, vitaminas B e C

Armoniza com vinho

Delicious White – Puklavec & Friends
Furmint, Riesling, Chardonnay e Welschriesling

Compre online aqui

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Trilhas & Sabores

Últimos posts por Trilhas & Sabores (exibir todos)