A rainha das uvas brancas, uma das cepas mais conhecidas e plantadas no mundo.

Nativa nas regiões francesas da Borgonha, mais exatamente na Côte de Beaune e Chabis, onde deu origem a vinhos brancos minerais, e, em Champagne, onde tornou-se responsável pelos mais famosos espumantes do mundo. Chegou ao Novo Mundo, na década de 1980, em diversas regiões da Califórnia e, também, no Oregon, na Austrália, na Nova Zelândia e no Chile. A Chardonnay, conhecida por sua versatilidade, fornece vinhos muito variados de acordo com o amadurecimento da fruta, com as técnicas de vinificação e com o terroir.

Em climas frios, como a Borgonha, tem aromas de frutas verdes, cítricas e hortaliças; em climas moderados, como Mendozade, de frutas brancas e cítricas, sobretudo melão; e em climas quentes, como a Califórnia, de frutas tropicais. Seus vinhos tendem a ter baixa acidez e grande concentração de corpo, principalmente, quando estagiam em barris de carvalho novos, o que acentua essas características. Quando envelhecidos, desenvolvem complexas notas de mel e frutas secas. Uma pesquisa de DNA, realizada na California, identificou a Chardonnay como sendo um dos resultados do cruzamento entre a Pinot e a medieval Gouais Blanc.

Os mais leves e mais minerais, como Chablis, acompanham muito bem ostras, risotos de frutos do mar, camarão e lagosta grelhados, salmão e atum. Já os mais encorpados e com madeira, combinam perfeitamente com carne de porco, frango, salames e azeitonas.

Armoniza com vinho

Delicious White – Puklavec & Friends
Furmint, Riesling, Chardonnay e Welschriesling

Compre online aqui

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Raquel Lima Egypto
Últimos posts por Raquel Lima Egypto (exibir todos)