Carla Dias, mineira natural da cidade de Patos de Minas, casada, mãe de duas princesas de 09 e 14 anos. Comecei a me apaixonar pela arte da culinária desde a infância, por influência da minha vó e hereditariedade da minha mãe. Infelizmente perdi minha mãe quando tinha quatro anos, devido a um acidente de trânsito. Seus avós maternos (Vovô João e Vovó Ubaldina) ficaram com minha guarda; passou a infância morando em fazendas, quanta saudade desta época. Andar à cavalo, balanço debaixo dos pés de manga, alimentos frescos e saudáveis, e muito amor que recebeu do seu avô João.
Bem pequena, por volta dos sete anos, recorda ela com carinho que pegava os ovos no galinheiro para brincar de “cozinhadinha”, improvisava um pequeno fogão à lenha com uso de algumas pedras colocadas paralelas umas as outras e também uns gravetos.

Tem uma receita sua que envolve mais as pessoas quando você faz?

Chef Carla Dias: Amo cozinhar e quanto mais pessoas melhor…
Preparar o alimento é uma forma de demonstrar amor e carinho.
Pessoas reunidas á mesa, várias prosas, risadas e comida farta, uma das coisas que mais gosto na vida!
O cheiro que vem da cozinha… Há como é bom!
Um prato bem mineiro que acredito que une as pessoas é nosso franguinho caipira com seus acompanhamentos aos domingos. Frango ao molho de açafrão, angu de milho verde, couve e quiabo.

Qual é o tempero que deixa sua assinatura?

Chef Carla Dias: Sou contra a qualquer tipo de tempero industrializado. Principalmente, pelos aditivos químicos e inúmeros malefícios a nossa saúde. Sem contar na dependência que os mesmo causam as pessoas.
Gosto muito de ervas frescas e desidratadas, especiarias… Mas, o alho, cebolas e as pimentas não podem faltar na maioria dos meus pratos.

Você tem algum livro de receitas de família? Cite a receita que mais lhe marcou?

Chef Carla Dias: Tenho um caderno bem antigo com as folhas já amareladas pelo tempo, escrito à mão pela minha mãezinha (Vanilza Pereira) que não está mais presente entre nós.
O difícil é escolher uma receita deste caderno incrível que tenho muito zelo e carinho. Mas, tem uma que se trata de uma Panqueca deliciosa que minha avó e tias sempre reproduzem. Receita afetiva, que me remete a infância e enche o meu coração de saudade. Prepará-la para mim é ir de encontro com minhas raízes familiares e sentir minha mãezinha mais próxima de mim…

Do ponto de vista de Chef, como você se descreve? Inspiração, motivação e criatividade.

Chef Carla Dias: Sou uma cozinheira muito curiosa, gosto de desafios e um pouquinho perfeccionista. Sou muito crítica quanto á manipulação dos alimentos, principalmente quanto á higiene e escolha dos insumos.
Minha mãe, avó materna e tias, são minhas inspirações na cozinha. Venho de uma família simples que gosta de reunir e preparar os alimentos com muito capricho e fartura. E minha expiração profissional na área da gastronomia é da minha querida professora Cláudia Porto, mulher sábia e sempre disposta a dividir seus conhecimentos a quem está realmente disposto á aprender!
Hoje procuro passar esse amor e carinho para minhas filhas, familiares, amigos e leitores.
Acredito muito no respeito ao alimento! Amo a frase: SOMOS O QUE COMEMOS!
Com o alimento podemos transformar não só o nosso corpo, como também, nossa mente!

Conte um pouco sobre a sua memória afetiva com a culinária. Quem lhe inspirou a seguir a carreira?

Chef Carla Dias: Minha mãe, avó materna e tias são minhas inspirações na cozinha. Venho de uma família simples que gosta de reunir e preparar os alimentos com muito capricho e fartura. Hoje procuro passar esse amor e carinho para minhas filhas, familiares, amigos e leitores.
Acredito muito no respeito ao alimento! Amo a frase: SOMOS O QUE COMEMOS!
Com o alimento podemos transformar não só o nosso corpo como também nossa mente!

Como se sente ao escrever suas experiências gastronômicas no Trilhas & Sabores?

Chef Carla Dias: O convite veio alegrar o meu coração e fazer com que eu parasse mais para escrever e colocar minhas receitas no papel. Hábito que eu não tinha, confesso! Sou bem aberta a nossos desafios. Sinto honrada e muito feliz em poder compartilhar minhas experiências e receber manifestações de carinho…
Estou aprendendo muito a cada nova publicação. Espero dividir e receber conhecimentos novos.

Fale uma receita que mais te marcou?

Chef Carla Dias: Tenho várias receitas marcantes. Amo cozinhar com e para as pessoas. Mas uma que lembrei agora foi de um Arroz Doce que fazia para meu avô materno (João Miguel) quando era ainda bem pequena. Esse prato faz com eu tenha lembranças incríveis de um homem simples, alegre e que deixava todos ao seu redor sorrindo com suas piadas e risadas, deixou muita saudade e belas histórias.

Curiosidade: qual prato/ingrediente que você não come de jeito nenhum?

Chef Carla Dias: Sou muito aberta á novas experiências, sabores, cores, aromas… Mas o fígado bovino não agrada meu paladar. Mas quem sabe um dia surja uma receita que ainda não degustei e que vá me surpreender no sabor e na textura…

 

 

 

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.