A receita de hoje é uma sobremesa com sabor de infância, com regionalidade e com um toque de sustentabilidade. Então, vamos fazer juntos o MOUSSE DE FITEIRO.  Esse, que por sua vez, é mais uma receitinha com sabor bem nordestino e que envolve técnica e criatividade.

Quando participo de eventos ou de festivais de gastronomia, procuro enfatizar os ingredientes locais, incentivando seus diversos usos para evidenciar toda uma cultura por trás desses produtos. Só que, dessa vez, estávamos, eu e o fotografo Cacio Murilo – o grande responsável por algumas das fotos que publico – em Serraria, região do Brejo paraibano. Foi quando um dos participantes entrou no circuito, na última hora do prazo da preparação, e… cadê  as fotos que servem para todo  o material gráfico? Não sabia o que fazer e não havia tempo para criarmos algum atrativo. Então, do terraço da casa onde estávamos, avistamos, ao lado, um fiteiro. Para quem não sabe, fiteiros são pequenos espaços onde se vende vários produtos como: velas, sardinha em lata, cachaça, refrigerantes, pão, doces… Ôpa, doces???

Pois é, quem aqui nunca comprou nesses fiteiros???

Eu me lembro bem de que, quando criança, eu e meu irmão Luciano ganhávamos umas moedas e corríamos para aquele paraíso das guloseimas, principalmente, na saída da escola ou nos finais de semana, quando nossos pais liberavam a farra das “besteiras”. Então, comprávamos ovo de amendoim, paçoca, confeito soft, bala gasosa, biscoito, mariola, pirulito Zorro… Êita que as lembranças voltaram hemm???

Rrsrsr, e eu estava em Serraria diante de um fiteiro, quando olhei para Cacio. Esse, já estava agarrado com a bolacha sorda…  Não teria lugar melhor para fazer algo com criatividade e lembranças gustativas de infância…

Então criei essa verrine doce a que chamei de MOUSSE DE FITEIRO.

Não precisa ir a Serraria; na sua própria casa, você faz essa sobremesa. Basta achar rapidinho um fiteiro. Vamos fazer isso agora???

Aí vai a receita…

RECEITA:  Mousse de fiteiro

COZINHA: REGIONAL PARAIBANA

RENDIMENTO:  06 PORÇÕES

Ingrediente

Modo de preparo

Comece com o creme de confeiteiro, pondo a metade do açúcar no leite com o pau de canela, levando-os a ferver. Reserve. Branqueie as gemas, ou seja, bata as gemas, usando um fouet, com o açúcar restante, até obter um creme espesso. Em seguida, peneire o amido de milho sobre as gemas batidas e despeje o leite quente sem o pau de canela, mexendo bem para ligar todos os componentes.

Leve tudo ao fogo e deixe cozinhar, por uns 5 minutos, em fogo baixo, batendo continuamente. Depois, retire a mistura do fogo e deixe-a esfriar um pouco e, em seguida, acrescente 200ml de creme de leite. Separe a mistura em duas partes iguais, colocando a paçoca esfarelada numa das partes. Teremos, então, uma porção de creme ligeiro básico e outra porção de creme ligeiro com paçoca de amendoim. Reserve para a montagem.

Vamos ao ganache de chocolate com bolacha “sorda”, como é chamada essa bolacha rústica e saborosa aqui na Paraíba. Comece fazendo um ganache convencional, levando ao fogo, em banho-maria, o chocolate; depois de derretido o chocolate, acrescente o creme de leite restante. Se preferir, pode fazer o derretimento do chocolate no microondas. Feito esse processo, coloque as bolachas sordas também esfarelada junto ao ganache, criando um creme escuro e bem aromático.

E agora???

A MONTAGEM

Se preferir, monte numa travessa transparente ou em formato de verrines, como mostra a fotografia. Comece colocando no fundo da taça o mel de engenho; depois, uma camada de creme ligeiro, uma camada do ganache de sorda, uma camada de creme ligeiro com paçoca. Cansou???

Vamos lá… Mais uma camada de ganache, uma pequena camada de castanha triturada com pimenta rosa e mais uma camada de creme ligeiro com paçoca. Finalize enfeitando com os ovinhos de amendoim, um pouco da farinha da rapadura e folhas de hortelã. Leve à geladeira por umas 2 horas e sirva gelado.

Gostou???

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Chef Adilson Santana
Últimos posts por Chef Adilson Santana (exibir todos)