Project Description

Carla Dias, mineira natural da cidade de Patos de Minas, casada, mãe de duas princesas de 09 e 14 anos. Comecei a me apaixonar pela arte da culinária desde a infância, por influência da minha vó e hereditariedade da minha mãe. Infelizmente perdi minha mãe quando tinha quatro anos, devido a um acidente de trânsito. Meus avós maternos (Vovô João e Vovó Ubaldina) ficaram com minha guarda; passei minha infância morando em fazendas, quanta saudade desta época. Andar à cavalo, balanço debaixo dos pés de manga, alimentos frescos e saudáveis, e muito amor que recebi, principalmente do meu avô João.
Bem pequena, por volta dos sete anos, me recordo que eu pegava os ovos no galinheiro para brincar de “cozinhadinha”, improvisava um pequeno fogão à lenha com uso de algumas pedras colocadas paralelas umas as outras e também uns gravetos.
A primeira vez que vovó me deixou usar o fogão, foi para fazer batatas ao molho com açafrão; nossa que situação, tive que colocar um banquinho para ter acesso e poder acionar o fogão. Coloquei tanta água na panela que as batatas ficaram “boiando”, acabei levando uma bronca daquelas!
Sempre gostei de estudar e fazer cursos para aprender artesanato. Aprendi várias técnicas que até hoje utilizo para me descontrair: como o crochê, pinturas, dentre outros…
Como a maioria dos mineiros entendo que a cozinha é o melhor lugar da casa para ficar e receber os amigos.
Gosto de comida de verdade, que nutre e dá prazer. Não utilizo temperos industrializados, sempre preparo o meu tempero. Acredito que temos que respeitar os alimentos, começando na escolha e higienização.
Minha frase favorita: “Devemos desembalar menos e descascar mais”.
Apaixonada por queijos, pimentas, alho, vinagres e amo de paixão limões! Cozinho de tudo um pouco, sou curiosa e gosto de estar sempre pesquisando e criando novas receitas.
Minha especialidade são as conservas caseiras as quais comecei a fazer ainda na minha infância por influência e ajuda de minha vovó. Naquela época tinham uma preocupação muito grande em aproveitar os alimentos da época para serem consumidos, se possível, durante todo o ano até a próxima colheita. Como meu avô não utilizava agrotóxicos na agricultura, os alimentos eram de grande qualidade, de sabor inigualável, porém a produção não era tão grande, sendo necessário fazermos as deliciosas conservas.
Atualmente estou concluindo minha Pós-Graduação em Especialização em Gastronomia, Funcionalidades, Saúde e Envelhecimento Saudável. E fazendo cursos paralelos sobre fermentados como a bebida probiótica Kombucha e o Kefir. Estou deslumbrada com os benefícios de tais alimentos sendo estes fontes de saúde, cura e prevenção de doenças, além de serem muito deliciosos.
Minhas receitas levam nomes de pessoas que gostam dos meus pratos, foi uma forma simples mais carinhosa de homenageá-las.
Espero compartilhar os meus conhecimentos e aprender muito com todos vocês.

Veja as receitas desta talentosa chef clicando aqui! 

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Data4you Servidor web
Últimos posts por Data4you Servidor web (exibir todos)