Pois é, além de ser um excelente acompanhamento para as refeições que, por sinal, muito bom para o paladar, o vinho é, também, muito bom para o processo da digestão!

Pesquisadores portugueses do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, através de estudo realizado há alguns anos, descobriram que os polifenóis do vinho tinto desencadeiam a liberação de óxido nítrico, uma substância química que, em doses adequadas, relaxa as paredes do estômago, ajudando a otimizar a digestão, na medida em que facilitam a passagem dos nutrientes para a corrente sanguínea.

Segundo pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition, o vinho, quando consumido moderadamente, melhora a composição bacteriana do intestino, e traz outros benefícios: diminui a pressão arterial e reduz os níveis de uma proteína associada aos processos inflamatórios.

Como o vinho é naturalmente probiótico melhora a saúde intestinal, na medida que promove o crescimento de bactérias benéficas ao organismo. Quando se trata dos efeitos benéficos do vinho tinto para a nossa saúde, o seu potencial para proteger contra doenças do coração tende a obter atenção especial.

Assim, se você não tem nenhuma restrição médica ao uso do vinho, pode consumi-lo de forma moderada que ele lhe trará inúmeros benefícios à saúde, além do prazer da degustação.

 

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Victor Calmon
Últimos posts por Victor Calmon (exibir todos)