É assim chamado em virtude do nome da vila siciliana de onde se originou. É uma fruta com sabor único, presente em muitas receitas da típica cozinha italiana, conferindo um sabor especial aos pratos.

Tomate Pachino: o nome e o IGP
Pachino é uma cidade na área de Siracusa que vinculou seu nome ao deste tomate, hoje bastante difundido. Mas apenas o que vem da área ao redor do pequeno centro do sudeste da Sicília é o IGP.

Tipos de tomate Pachino
Bife – fruta grande, com costas marcadas, verde escura e brilhante.
Cereja – cresce em cachos e possui pequenos frutos redondos e vermelhos.
Redonda lisa – é verde escura e com sabor intenso.
Fragmentação ou tomate cluster – pode ser verde e vermelho, redondo e liso.
Propriedades nutricionais do tomate Pachino
Além de saboroso ele é rico em propriedades: melhora a pressão sanguínea, promove a concentração e regula o fluxo intestinal. Possui alto teor de vitaminas A, C e E, boa porcentagem de antioxidantes e, ainda uma concentração de GABA, um importante neurotransmissor do sistema nervoso central.

Receitas com tomate Pachino

Dependendo do tipo, o tomate Pachino pode ser usado para diferentes receitas. O tomate bife, com nervuras, é perfeito para ser saboreado cru em saladas. O cereja é mais versátil possibilitando combinações infinitas: com muçarela para um delicioso caprese, com batatas e alcaparras para uma salada típica das Ilhas Eólias, com muito manjericão e um bom azeite extra virgem para temperar bruschetta e friselle.

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Trilhas & Sabores
Últimos posts por Trilhas & Sabores (exibir todos)