Para o apreciador de vinhos, harmoniza-los com os seus pratos preferidos é fato corriqueiro. Mas, hoje, vamos falar especificamente de uma combinação:  vinho e chocolate. Sinceramente, para quem os aprecia separadamente, juntos, bem harmonizados, eles são imbatíveis.

Segundo especialistas, a combinação do açúcar com a gordura do chocolate é tão marcante que altera o nosso paladar por um bom tempo. Após degusta-lo precisamos, aproximadamente, de duas horas para que as   nossas papilas gustativas voltem à condição anterior. Considerando que essa combinação varia de chocolate para chocolate, é interessante conhecê-las a fim de se    conseguir harmonizações que valorizem, ainda mais, o vinho e o chocolate. Se é verdade que o gosto pessoal tem um papel importante nessa harmonização e que não existe o vinho certo, para o chocolate certo, também é verdade que algumas dicas de entendedores são úteis para quem deseja experimentar harmonizar vinho e chocolate.

O chocolate amargo, menos doce e com menos gordura pede um  vinho encorpado, aromático, complexo  e com alto teor de açúcar residual. Vai muito bem com o vinho do porto, preferencialmente, os estilos Tawny ou Vintage. Também   o porto francês Banyuls e o italiano Barolo combinam perfeitamente. Mas, se você não abre mão dos tintos secos, é só harmonizá-los com os chocolates com 75%, ou mais, de cacau.  Uma boa pedida é o Cabernet Sauvignon ou Syrah, que tenha estágio em barril de carvalho, pois o paladar mais amadeirado vai incrementar a combinação. Porém, se você quiser degustar um espumante, aposte no brut produzido com as uvas Chardonnay e Pinot Noir e que tenha sido vinificado pelo método Champenoise.

chocolate branco, mais doce e com mais gordura, harmoniza muito bem com os estilos de vinho mais doces como o fortificado vinho Jerez. Os Jerez classificados como Pedro Ximénez são os que apresentam maior concentração de açúcar residual por litro. Se você é um apaixonado por borbulhas, que tal uma harmonização com o italiano Moscato d’Asti, tradicionalmente mais doce, o perlage e a acidez ajudam a “limpar” a boca da gordura e da doçura desse chocolate.

chocolate ao leite, metade açúcar e metade gordura, também pede um vinho fortificado como o vinho do Porto, preferencialmente o Ruby. O porto francês Banyuls ou Maury por ter notas mais terrosas cai maravilhosamente bem com trufas de chocolate. Mas a acidez dos espumantes também tem um lugar especial ao lado desse chocolate, experimente um Icewine tinto. Ainda entre os tintos tradicionais, vale a pena uma harmonização com os fabricados a partir das cepas Pinot Noir, Merlot e Pinotage.

 

 

 

Comentários

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Raquel Lima Egypto
Últimos posts por Raquel Lima Egypto (exibir todos)